4 dicas de marketing off-line para você seguir agora

Tempo de leitura: 4 minutos

O mundo virtual é tão grande quanto ou até maior que o mundo real, dada a dimensão que a internet tem hoje nas nossas vidas e nas nossas empresas. Essa discussão de real versus virtual — ou melhor, on-line versus off-line — é muito ampla e seus efeitos têm bastante influência no (bom) andamento de sua empresa e na imagem que ela tem na cabeça das pessoas. Isso porque, além de investir e prestar muita atenção no mundo digital, é também muito importante que você, gestor, mire em ações e estratégias de marketing off-line.

Deixar o marketing off-line de lado é um erro cometido por muitas empresas, quase sempre levadas por todos os benefícios e facilidades que o marketing digital oferece. Esse é um erro porque, afinal, as pessoas vivem no mundo real e o percebem de maneira muito mais intensa! Que tal então conhecermos juntos quatro dicas bem bacanas de marketing off-line para você seguir agora?

Ética e o famoso “andar na linha”

Pode até parecer básico demais, mas manter padrões de ética e postura empresarial é fundamental para que sua empresa tenha uma boa imagem diante do público. Isso inclui manter-se dentro da legislação atual do país, estado ou município e praticar as atividades de forma honesta e, acima de tudo, transparente.

Além da administração em si, o corpo de funcionários da empresa também precisa “andar na linha”, já que, na maioria das vezes, são eles que interagem de forma direta com as pessoas. Clareza e assertividade são aspectos fundamentais que os colaboradores devem possuir. Além disso, nem preciso dizer o quanto a ética é importante para profissionais da área médica, não?

Valores louváveis

Claro que todas as empresas têm como objetivo e necessidade obter lucro — afinal, elas também têm contas a pagar e precisam sobreviver. Mas, além disso, que outros valores e objetivos sua empresa possui? Ter valores bem definidos é importante porque as pessoas também os possuem e se identificam com aquelas empresas que compartilham dos mesmos sentimentos.

Por exemplo, sua empresa pode ter consciência ambiental como um de seus valores e desenvolver projetos e ações que promovam a correta destinação do lixo e dos resíduos produzidos pelo consumo dos seus produtos; ou então agir em prol da saúde alimentar, por meio de campanhas e outras ações de conscientização.

Trabalhe os clientes satisfeitos

Se um cliente compra seu produto ou faz uso do serviço que sua empresa oferece e sai satisfeito, o que vem depois? Próximo cliente? Esse é um erro que muitos cometem, sem saber que estratégias de retenção e pós-venda são um dos carros-chefe do marketing off-line.

Mas como trabalhar esses clientes? Encante-os! Não dê a eles apenas o trivial, o serviço pelo qual pagaram, dê também algo a mais — vantagens exclusivas, participação em programa de pontos, brindes, entre muitas outras opções. Os clientes se transformarão em verdadeiros advogados de sua marca! Tudo isso é muito válido quando falamos em consultórios e marketing da saúde de forma geral, já que a propagação boca a boca da qualidade dos serviços de um médico é um fator de muita força nesse segmento.

Publicidade off-line

Agora que temos redes sociais, sites, blogs e ferramentas como o Google AdWords, os meios off-line de publicidade parecem obsoletos, não? Pode parecer estranho, mas aparecer em jornais, revistas e televisão ainda é importante para as marcas e tem impacto significativo nos resultados.

Mas é bom ter muito cuidado, pois os meios atualmente estão muito mais segmentados do que há anos ou décadas, quando ainda não havia internet. Então, a dica é escolher muito bem quais tipos de veículos (rádio, TV, jornal, revista, panfleto) e, dentre eles, quais se adequam da melhor maneira à mensagem que sua empresa pretende transmitir. Na maioria das vezes, publicações especializadas são a melhor opção, por terem um público específico que se identificaria com sua marca.

Gostou das dicas de marketing off-line? Então, dê uma olhada nestas ótimas dicas que eu selecionei sobre como criar um planejamento estratégico de marketing para saúde!